saúde

Cinomose

      A cinomose é uma doença altamente contagiosa que é transmitida por um vírus. É considerada a segunda doença de maior ameaça para os cães.

        Este vírus consegue sobreviver por muito tempo em ambientes secos e frios. Já em ambientes quentes e úmidos pode se manter vivo por um mês.

       Esta doença não tem época do ano especifica para ocorrer e acomete mais cães jovens e principalmente animais de todas as idades não vacinados.

        A contaminação ocorre por contato direto, pelas vias respiratórias e pelo ar contaminado.

        A transmissão é por secreções nasais e bucais dos animais infectados. Objetos, água e alimentos contaminados também transmitem a doença.

        O animal depois de infectado começa a manifestar os sinais por três a seis dias, ou até quinze dias.

        Os sinais podem ser divididos em fases:

1ª fase: febre, vômito, diarreia, perda de apetite e apatia;

2ª fase: febre, corrimento nasal e ocular, espirros, ronquidão, dificuldade respiratória e pneumonia;

3ª fase: tiques nervosos, convulsões, falta de coordenação, alteração comportamental, agressividade, paralisia muscular da face, paralisia de membros posteriores, morte.

     O animal pode apresentar as duas fases inicialmente e ir evoluindo para a terceira fase, que é a mais grave, podendo chegar a óbito.

     O tratamento específico não existe. É apenas oferecido suporte para dar uma melhora na qualidade de vida do animal.

     Quando for confirmada a cinomose, o cão deve permanecer em isolamento para evitar a proliferação do vírus e iniciar rapidamente o tratamento.

    A evolução da cinomose é sempre imprevisível!

    A prevenção está com a melhor solução para acabarmos com a cinomose, fazendo a vacinação anual dos cães.

     No Brasil apenas um em cada cinco cães recebem a vacina com regularidade.

     A vacinação não é recomendada para animais já infectados, pois não consegue deter a doença e pode agravar o quadro, pois afeta ainda mais os sistema imunológico do cão.

     Se seu cão apresentar os sinais desta doença, procure imediatamente um médico veterinário, que quanto mais rápido o atendimento, mais chances de cura.

Cinomose aqui não

Por Laurie Locci Marques Pires – Médica Veterinária

Imagens: dicasboasparacachorro e tudosobrecachorros

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s