amor

Meu precioso ser

Meu precioso ser

Irei emprestar-te, por pouco tempo,
O mais precioso dos meus cachorrinhos – disse Ele.
Para que tu o ames enquanto ele for vivo,
E para que o chores quando estiver morto.

Pode ser apenas por um, ou quinze anos,
Ou dias, ou meses, enfim,
Mas, poderás tu, até que Eu venha buscá-lo,
Tomar conta dele por Mim?

Ele irá usar os seus encantos para te alegrar,
E, mesmo que a sua estadia seja breve,
Tu terás guardado memórias preciosas,
Que irão dar-te algum consolo na tristeza.

Não posso prometer-te que ele vá ficar,
Pois todos na Terra um dia regressarão,
Mas há lições ensinadas nesse mundo,
Que Eu quero aprendidas por este cão.

E para isso Eu pesquisei toda a humanidade,
Na minha busca por mestres verdadeiros,
E entre as multidões que lotam as estradas da vida,
Com confiança Eu escolhi a ti.

Irás tu dar-lhe todo o teu amor,
Não pensando que poderá ser em vão
Nem me odiarás quando Eu vier,
Para o levar de volta para casa?

Eu sei que tu irás dar-lhe ternura,
E o amor vai florescer a cada dia,
E pela felicidade que conheceste,
Para sempre grato tu estarás.

E ainda que Eu possa chamar por ele,
Mais cedo do que tu tinhas planejado,
Suportarás a amargura que virá,
E um dia, Eu sei, irás compreender.

Pois apesar de Eu o trazer de volta a casa
A ti faço esta solene promessa,
Por todo o amor e carinho que tu lhe deste,
Ele irá esperar por ti junto das portas do Céu.

Créditos: CapelinhaDeSaoFrancisco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s