histórias, notícias

Inspirado em 101 Dálmatas, casal faz ensaio de noivado perfeito com seus cães de estimação

Talvez um dos encontros românticos mais fofos de Hollywood é quando Roger e Anita se apaixonam, graças à intromissão de Pongo no início do clássico amado da Disney, 101 Dálmatas.

Tony Collier e Corinne Jones, recém-noivados, queriam fazer algo especial para sua sessão de fotos oficial. Tendo se conhecido em 2009 na Universidade de Illinois, ambos trabalharam na Disney World após a formatura e ambos são grandes fãs da Disney. O filme favorito de Corine é 101 Dálmatas, então a ideia do ensaio ocorreu naturalmente pra eles. Juntaram o amor pelo filme com a perícia da fotógrafa e prima Melissa Biggerstaff e o resultado, que ficou incrível, se deve ao talento de Biggerstaff e de seus dois cães muito fotogênicos; Mookie e Izabella, que habilmente assumiram os papéis de Pongo e Perdita.

As fotos, extremamente fofas, vocês veem abaixo com a comparação com a animação original:

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Disney, 1961

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Imagem: Melissa Bigerstaff / Rusty Lion art

Fonte: IHeartDogs

notícias

Emporio Armani lança peles veganas masculinas para o inverno 2019

Acompanhando a crescente demanda do mercado da moda cruelty free, a grife de luxo Armani acaba de lançar uma gama de peles veganas masculinas no seu desfile de outono / inverno de 2019, em Milão.

Fundada por Giorgio Armani, a grife italiana compartilhou imagens do desfile Emporio Armani Outono Inverno 2019-2020, em que a moda masculina de peles artificiais foi o “centro das atenções”, escreveu a marca no Twitter.

A coleção se concentra na “liberdade e energia inspirada no mundo animal”, disse a marca, que está ajudando a “libertar o urbanista de suas restrições geográficas”.

As fotos mostram os modelos usando casacos masculino de pele falsa, botas e um xales.

A grife abandonou a pele em 2016 e, de acordo com a Vogue, Armani disse que ficou “satisfeito” em fazer o anúncio, explicando que “o progresso tecnológico feito ao longo dos anos nos permite ter alternativas válidas à nossa disposição que tornam desnecessário o uso de práticas cruéis em relação aos animais “.

“Prosseguindo o processo positivo empreendido há muito tempo, minha empresa está dando um grande passo à frente, refletindo nossa atenção para as questões críticas de proteção e cuidado com o meio ambiente e os animais”, observou Armani.

Após a mudança, Joh Vinding, presidente da Fur Free Alliance que está em campanha por um mundo livre de pelos de animais na moda e em outros produtos, nomeou Armani como uma “formadora de tendências no mundo da moda”.

Vinding explicou que a decisão de Giorgio Armani concretiza a ideia de que “designers e consumidores podem ter liberdade criativa e luxo, sem apoiar a crueldade contra os animais”.

Pele animal está fora de moda

Um número crescente de grifes famosas está se afastando da pele e do pelo animal devido a preocupações com o bem-estar animal.

Violações dos direitos dos animais na indústria de peles levaram os designers  Jean Paul Gaultier e Diane von Furstenberg  a pararem de usar o material cruel. A Burberry fez o mesmo movimento para se tornar mais “social e ambientalmente responsável”.

Após Asos, Nike, H&M, Puma, Arcadia Group e L Brands anunciarem o fim do uso de pele de animais, a Chanel também prometeu adotar a prática. Em dezembro do ano passado, ela fez seu primeiro livre de peles animais.

Também em dezembro, Michael Kors oficialmente deixou de usar peles, uma política que também inclui Jimmy Choo.

Da mesma forma, o CEO da Gucci, Marco Bizzarri, disse que a grife abandonaria a pele, nomeando o produto como “fora do prazo de validade”.

O abandono da pele é uma vitória para os animais em todo o mundo, mas muitas dessas marcas, como a Armani, ainda usam outros materiais derivados, como lã e couro.

No entanto, alguns designers, como Stella McCartney, estão se voltando para a moda totalmente livre de animais, em uma tentativa de se tornar totalmente sustentável e livre de crueldade.

Publicado originalmente: ANDA

notícias

Sapo Romeu, o mais solitário do mundo, finalmente conhece sua parceira Julieta

Um sapo ameaçado de extinção, que passou mais de 10 anos isolado em um aquário na Bolívia, vai finalmente ganhar uma companheira.

Conhecido como o anfíbio mais solitário do mundo, Romeu é um sapo-aquático-de-sehuencas (Telmatobius yuracare) — acreditava-se até agora que ele era o último representante da espécie.

Mas os cientistas dizem ter encontrado Julieta, que será sua parceira, durante uma expedição a uma remota floresta nublada do país.

Romeu foi descrito por bióloga como sendo 'meio tímido e lento' — Foto: Robin Moore, Global Wildlife Conservation (via BBC)

Romeu foi descrito por bióloga como sendo ‘meio tímido e lento’ — Foto: Robin Moore, Global Wildlife Conservation (via BBC)

Ela foi capturada junto a outros quatro sapos da espécie em um riacho. A ideia é que eles se reproduzam e sejam reintroduzidos de volta à natureza.

Teresa Camacho Badani é chefe de herpetologia do Museu de História Natural Alcide d’Orbigny, na cidade boliviana de Cochabamba, e líder da expedição. Ela está confiante na teoria de que os opostos se atraem, mesmo se tratando de sapos:

“Romeu é muito calmo e relaxado, ele não se mexe muito”, disse ela à BBC News. “Ele é saudável e gosta de comer, mas é meio tímido e lento.”

Romeu (à esquerda) e Julieta (à direita), sua futura companheira, têm personalidades bem diferentes — Foto: Robin Moore, Global Wildlife Conservation (via BBC)

Romeu (à esquerda) e Julieta (à direita), sua futura companheira, têm personalidades bem diferentes — Foto: Robin Moore, Global Wildlife Conservation (via BBC)

No entanto, há muito poucos sapos desta espécie na natureza para manter uma população viável no longo prazo.

“Temos uma chance real de salvar os sapos sehuencas — restaurando uma parte única da diversidade de vida que é a base das florestas da Bolívia, e gerando informações importantes sobre como recuperar espécies semelhantes com grave risco de extinção.”

Cinco sapos da espécie - três machos e duas fêmeas - foram capturados durante a expedição — Foto: Stephanie Knoll, Museu de História Natural Alcide D'Orbigny (via BBC)
Cinco sapos da espécie – três machos e duas fêmeas – foram capturados durante a expedição — Foto: Stephanie Knoll, Museu de História Natural Alcide D’Orbigny (via BBC)

O sapos recém-descobertos vão receber tratamento para se proteger contra quitridiomicose, doença infecciosa que está exterminando anfíbios em todo o mundo.

Depois disso, Romeu vai se encontrar finalmente com Julieta, em uma tentativa de produzir descendentes que vão poder finalmente ser devolvidos ao seu habitat natural.

Na Bolívia, 22% das espécies de anfíbios enfrentam algum grau de ameaça de extinção — seja pela perda de habitat, a poluição ou a mudança climática.

Expedição procurou sapos em riachos de florestas  — Foto: Stephanie Knoll, Museu de História Natural Alcide D'Orbigny (via BBC)
Expedição procurou sapos em riachos de florestas — Foto: Stephanie Knoll, Museu de História Natural Alcide D’Orbigny (via BBC)

Teresa Camacho Badani diz que a história de Romeu é importante para chamar a atenção para a situação dos anfíbios.

A expedição não encontrou nenhum outro sapo aquático em riachos vizinhos, levantando questões preocupantes sobre a saúde do ecossistema.

“É realmente uma boa oportunidade de usar o Romeu para ajudar a entender essas ameaças, ajudar a entender como trazer essas espécies de volta, mas também para aproveitar o espaço global que Romeu e sua espécie têm agora”, diz ela.

Outros anfíbios, como o sapo-parteiro-de-maiorca, da Espanha, e o sapo-de-Kihansi, da Tanzânia, procriaram e foram reintroduzidos na natureza a partir de apenas alguns representantes da espécie no passado.

“Eles oferecem esperança, no contexto desta sexta extinção em massa, de que há soluções para manter nossa biodiversidade maravilhosa, para proteger espécies ameaçadas e até extintas na natureza e trazê-las de volta para recuperar algumas das belezas desses ecossistemas”, afirma Jordan.

Todas as espécies são importantes e não devem ser subestimadas, já que seu DNA representa milhões e milhões de anos de evolução, acrescenta.

Publicado originalmente: g1.com, por BBC

notícias

Prefeitura de Araçariguama cancela carnaval e usa verba para reformar canil municipal

canil-municipal-voltara-e-passara-por-reformas

Prefeitura de Araçariguama utiliza recursos do carnaval para reformar o canil municipal — Foto: Prefeitura de Araçariguama/Divulgação

A Prefeitura de Araçariguama (SP) anunciou o início da reforma do antigo canil municipal utilizando recursos que seriam destinados para o carnaval 2019.

O objetivo é voltar com as atividades e abrigar animais abandonados para serem cuidados e levados para adoção. As obras já foram iniciadas e deverão ser entregues em breve.

Segundo a prefeitura, as equipes de Obras, Frente de Trabalho, Zoonoses, Defesa Civil e Vigilância Sanitária vão realizar a recuperação, reforma e readequação do antigo canil para que a cidade volte a ter um local adequado para abrigar os animais soltos ou abandonados pelas ruas.

Carnaval

Em 2017, com a não realização dos festejos de carnaval, foi adquirida uma ambulância. Já em 2018, os recursos serviram para apoiar a aquisição de materiais e uniformes escolares, distribuídos no Sistema Municipal de Ensino.

Fonte: g1.com
Sem categoria

REGRAS PARA VIAGENS INTERNACIONAIS COM CÃES E GATOS SÃO ATUALIZADAS

O material que expõe as regras para o trânsito internacional de animais foi atualizado. Com o objetivo de facilitar ainda mais o acesso a informações relacionadas ao tema, o guia orienta e traz link para o sistema de emissão de certificados eletrônicos para embarques aos Estados Unidos. O processo permite que toda a documentação seja enviada e recebida de forma on-line. A nova versão traz, ainda, diretrizes do acordo com mais cinco países, além de recursos facilitadores.

O material dispõe das mudanças nas normas para a entrada de cães e gatos brasileiros na África do Sul, Colômbia, Japão, Peru e Estados Unidos. Também foram incluídas as regras da Rússia, Bielorrússia, Armênia, Cazaquistão e Quirguistão, países que compõem a União Econômica Eurasiática, que firmou acordo com o Brasil para o trânsito de cães e gatos.

Além da atualização, também foi lançado o “Guia para Utilização de Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos”. “Identificamos a necessidade de abordar o assunto separadamente, devido ao grande volume de dúvidas que surgiam no SVA/GRU, mesmo em meio ao crescimento da emissão de passaportes”, conta o médico-veterinário Luiz Carlos Teixeira de Souza Junior, auditor fiscal federal agropecuário.

A incidência de problemas nos atestados de saúde emitidos por médicos-veterinários chegava a provocar a rejeição de 40% dos documentos. “Antes havia uma disseminação de informações equivocadas e até a inexistência de explicações fundamentais para que os médicos-veterinários pudessem atender às regras”, comenta o médico-veterinário.

O documento foi criado no início deste ano e é fruto da parceria entre o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) e o Serviço de Vigilância Agropecuária local (SVA/GRU) – unidade do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A parceria foi ampliada e conta agora com a participação do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical).

Sabendo da importância do material, o Anffa Sindical ofereceu apoio. “Nossa equipe de comunicação fez a diagramação e também fará impressões do Guia para colaborar com a eficiência do trabalho dos auditores”, disse o diretor de Comunicação e Relações Públicas do Anffa, Roberto Siqueira Filho.

Pulicado originalmente: caesegatos.com
notícias, Sem categoria

Abandono de pets cresce nas festas de fim de ano e férias; saiba como denunciar o crime

Abandonar animais é crime. A prática, porém, é recorrente no país e aumenta nas épocas de festas de fim de ano e de férias escolares. São cães e gatos que tinham água, comida e uma casa, mas de uma hora para outra acabaram sozinhos nas ruas, enquanto as famílias aproveitam a folga. Alguns são recolhidos por protetores, mas muitos passam fome e até morrem doentes ou atropelados.

Embora atualmente existam opções para hospedar o animal, o abandono ainda é frequente. Muitos abandonam seus pets em ruas e estradas. São pessoas irresponsáveis que querem viajar e simplesmente abandonam porque não podem levar os animais para os locais aonde estão indo.

Segundo os relatos das ONGs, o aumento do abandono é de até 200% no número de cães e gatos no fim do ano.

DENÚNCIAS E PROVAS
Quem abandona animais pode ser punido. Mas, para isso, precisa ser denunciado. É importante que o denunciante consiga o máximo de informações possíveis para que a polícia chegue ao agressor. Se viu um motorista jogando o animal na rua, deve filmar ou tirar fotos do carro e da placa. Se o animal estiver abandonado em uma residência ou flagrar uma agressão, deve, além de registrar em foto ou vídeo, chamar a polícia.

O protetor que conseguir resgatar o animal vítima de maus-tratos, deve levá-lo imediatamente a um veterinário para fazer o laudo como prova e, em seguida, fazer o registro na delegacia. Deve pedir o termo de fiel depositário, para ficar responsável pelo animal até que, se houver processo, a Justiça determine o destino do animal.

PUNIÇÃO
A punição para quem comete maus-tratos contra animais é considerada branda. Pela Lei de Crimes Ambientais, a pena prevista é de três meses a um ano de detenção, além de multa —pode ser aumentada de um sexto a um terço se ocorrer morte do animal.

No caso de crimes de menor potencial ofensivo (penas de até 2 anos), pode não ocorrer a abertura da ação penal, e a punição normalmente é convertida em prestação de serviço.

A prisão para o responsável pelos maus-tratos ocorre se houver uma soma de penas. “Nós crimes de maus-tratos, cada crime é uma conduta. Se a pessoa abandona dois animais, são dois crimes, e penas se somam. Se maltrata três vezes o mesmo cachorro, cada conduta é um crime. As penas se somam e a pessoa pode ser presa.”

Após a morte da cadela Manchinha, em Osasco, dois projetos que endurecem as punições para crimes de maus-tratos contra animais foram aprovados na Câmara e no Senado. Eles ainda serão analisados pelas duas Casas.

ONDE DENUNCIAR
Denúncias de maus-tratos devem ser feitas à polícia, e é possível registrar boletim de ocorrência nas delegacias. Casos mais graves e urgentes, como flagrantes de agressões, devem ser comunicados à Polícia Militar.
Em São Paulo, a Depa permite o registro da denúncia pela internet. As informações passam por triagem e são encaminhadas às polícias Civil ou Militar.

O endereço da Depa para fazer a denúncia é DEPA. É preciso se identificar no cadastro, mas os dados são sigilosos. O denunciante recebe um número de protocolo e pode acompanhar o andamento do caso. Na Grande São Paulo, outra possibilidade é o recém-criado Disque-Denúncia da Defesa Animal Estadual, pelo 0800-600-6428.

Além da Abraa, que pode orientar protetores sobre como proceder em resgates, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) tem comissões de proteção e defesa dos animais.

Pense e reflita…os animais são serem vivos, sencientes e necessitam amor e carinho…é uma vida que está em jogo.

Publicado originalmente em: vivatatuape
Imagem: Revista circuito
Sem categoria

Feliz Natal

O Debate Animal deseja a todos nossos queridos seguidores e nossos amigos animais um feliz Natal! Que seja brilhante de alegria, iluminado de amor, paz e harmonia!

Essa é a Olívia nossa mascotinha!

🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄🎄

🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅🎅

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #feliznatal #natal