amor, histórias

Diretor de cinema escreve adeus doloroso para seu cão de 17 anos e comove toda a Internet

Dizer adeus a um cachorro é uma das coisas mais difíceis e dolorosas que os humanos têm que enfrentar. Depois de anos lhes dando amor incondicional, dizer um adeus permanente é sempre muito complicado. E nada nos pode preparar para isso.

O diretor de cinema, Kevin Smith, decidiu escrever um post em sua página no Facebook, compartilhando a dor de se despedir de seu velho cão, Mulder. O patudo estava com Kevin há 17 anos e agora estava morrendo em seus braços.

O homem colocou uma foto dele abraçando Mulder em seus momentos finais, acompanhada de um texto bem emocionante. O homem abriu seu coração, lembrando que nossos cães não ficarão connosco para sempre e temos que aproveitar, ao máximo, todos os momentos com eles.

Kevin escreveu:

“Ele foi embora. RIP Mulder, meu amigo. Obrigado por 17 anos de pura alegria e carinho. Foi preciso um cachorro como você para me fazer uma pessoa melhor. Se você é dono de um cachorro, vá abraçar o seu cão um pouco mais apertado hoje à noite. Se você não é dono de um cachorro, pense em se tornar um. É tudo Amor. Boa noite, doce Mulder. Descanse em paz!”

A despedida dolorosa deixou milhares de pessoas em lágrimas. Não se esqueça de apreciar cada minuto com seus animais de estimação. Você é a vida inteira deles… Compartilhe essa história emocionante com seus amigos e familiares!

Publicado originalmente: Portal do Animal

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #loucosporcachorros #amor

amor, curiosidades, gatos, histórias, notícias, saúde

Gatoterapia: 5 benefícios de viver com um gato

Gatos são seres realmente especiais e que os humanos muitas vezes não compreendem.

Amam ser independentes, mas também adoram os mimos. Muitas vezes parecem estar de mal com o mundo, mas em outras são tão carinhosos que chegam a incomodar.

Na verdade esse comportamento contraditório e confuso dos gatos é muito parecido com o dos humanos. Por esse motivo é que técnicas como a gatoterapia, começaram a ganhar força no terreno da saúde emocional.

Mas o que é a Gatoterapia?

É um tratamento para pessoas com problemas de ansiedade, estresse e depressão. Além de criar uma melhora na qualidade de vida ela cria uma conexão muito especial entre o felino e seu dono. De acordo com vários estudos, as pessoas que sofrem de algum tipo de cardiopatia mostram uma evolução progressiva no quadro após o convívio com um felino.

Para pessoas que vivem sozinhas é altamente recomendadas terem um felino como companhia, principalmente no caso de pessoas com idade avançada. Pessoas que sofrem com algum tipo de demência, como o Alzheimer, podem ter lembranças ao fazer carinho nos gatos, retardando a degeneração que sofrem.

5 benefícios da Gatoterapia

Melhora os sintomas da depressão e do estresse

Gatos provocam uma sensível melhora em pessoas que sofrem de transtornos de estresse, ansiedade e depressão. O ronronar de um gatinho cria um ambiente acolhedor, estimula a concentração e é muito relaxante.

Representa uma companhia

Para pessoas que vivem sozinhas o gato é a melhor opção. Os felinos são animais independentes quando querem, porém são muito carinhosos.

Lembre-se de que é preciso oferecer alimentação adequada, ficar atento às vacinas e cortar as unhas dos gatos (a não ser que você queira que ele rasgue todos os seus móveis e as suas cortinas.

Ajuda no tratamento do Alzheimer, do autismo e do TDAH

Como já mencionamos anteriormente, os gatos são usados como terapia complementar em casos de autismo, Alzheimer ou TDAH. Embora cientificamente não existam pesquisas que apoiem esse uso, são conhecidos milhares de casos nos quais a presença dos gatos melhorou a qualidade de vida dos seus donos.

Uma oportunidade de delegar responsabilidade às crianças

Possuir um gato em casa trás grandes responsabilidade para as crianças porque elas vão precisar cuidar, dar comida e educar o animal, que como sabemos não é uma tarefa fácil. Se você tem ou quer ter um felino é importante conversar com as crianças sobre o tema, para que elas tenham consciência da importância das tarefas que devem ser realizadas.

Deixe bem claro para a criança que um gato NÃO é um brinquedo, que não é certo bater, jogar no chão ou segurar o animal pelo rabo.

Não exigem muitos cuidados

Ao contrário de outros animais, gatos não exigem muitos cuidados além de vacinas e uma alimentação correta. São seres muito limpos por natureza e quando aprendem a utilizar a caixa de areia, vão utilizá-la sempre. Eles mesmos se banham e não exigem constante atenção.

Lembre-se de que um gato saudável representa um ser humano saudável.

Publicado originalmente: Revista bem mais mulher

amor, notícias

Por que a morte de um animal de estimação dói igual à de um familiar?

Por que a morte de um animal de estimação dói igual à de um familiar?

Quando o nosso cão ou gato morre, sentimo-nos tão vazios como se tivéssemos perdido um filho, um irmão ou um de nossos pais. Experimentamos uma dor imensa que não se pode comparar a nada e que é difícil de explicar. Neste artigo, contaremos por que a morte de um animal de estimação dói igual à de um familiar.

A dor pela morte de nosso animal de estimação

cao-no-campo

Aqueles que amam os animais sabem que não existe uma dor maior do que a de perdê-los. Os cães e os gatos passam muitos anos ao nosso lado para que a morte deles nos seja indolor. Só o ato de pensarmos que algum dia eles morrerão, nos dá um nó na garganta. Entretanto, temos que levar em conta que cedo ou tarde isso acontecerá e que é preciso que estejamos preparados.

A conexão que experimentamos com os animais de estimação é tão grande que não podemos imaginar a vida sem eles. Nada será como antes, porque seu amor e sua lealdade eram como um bálsamo entre os nossos problemas.

Infelizmente, o ciclo de vida destes animais de companhia é muito menor do que o nosso. Portanto, é natural que sejamos nós que venhamos a sofrer pela morte de nosso animal de estimação. De acordo com psicólogos, isso gera um grande impacto emocional nas pessoas, tal e como acontece quando um membro de nossa família morre. Por quê? Porque o cão ou o gato também formam parte desse núcleo íntimo.

Além disso, como indica um estudo da Universidade do Havaí, a dor provocada pela morte do animal de estimação não só é intensa e profunda, mas também dura bastante tempo. Uma em cada três pessoas consultadas disseram que sofreram pelo menos seis meses depois da perda.

A morte de um animal de estimação, o final de uma relação mais que especial

Os animais de companhia nos oferecem seu amor, seu apoio e sua lealdade (em muitos casos, mais do que recebemos de outras pessoas). Devido a isso, quando eles morrem, perdem-se ou são roubados, experimentamos o que os cientistas chamam de “fim de uma relação especial”.

A dor pela perda do animal de estimação não costuma ser compreendida por aqueles que não têm um cão ou um gato. Eles acham estranho que alguém chore desconsoladamente por um animal, se o que morre é um cão ou um felino, desprezam os sentimentos.

Como cada vez mais casais e famílias adotam um animal de estimação e o transformam em um membro a mais da casa, é habitual que se organizem funerais e enterros como se se tratasse de uma pessoa. Inclusive há cemitérios especiais para animais de companhia.

Como superar a morte de um animal de estimação

 

cao-no-campo-2

Não importa se seus amigos ou familiares não lhe entendem ou dizem que você é exagerado por se sentir triste pela morte de um animal de estimação. Se seu cão ou gato morreu, você deve expressar sua tristeza e confrontar a perda. Tire o tempo que necessitar para atravessar este horrível momento.

Embora não tenha que derramar milhares de lágrimas, não as reprima. Alivie toda sua dor através do choro.

Não se deve assumir a culpa pelo ocorrido, já que essa não é a melhor maneira de encontrar alívio. Simplesmente seu animal de estimação morreu e isso não é sua responsabilidade. É melhor que você esteja tranquilo consigo mesmo e que se perdoe.

Seja paciente, já que, durante as primeiras semanas, você se sentirá realmente triste. Se não tiver vontade de falar do assunto, não fale, se preferir passar o final de semana dentro de casa, faça isso. Mas leve em conta que, em algum momento, você deverá retomar a sua vida habitual.

Por último, lembre-se de seu cão ou gato fazendo travessuras e estando feliz ao seu lado. Tente não guardar nenhum elemento que ele utilizava, porque isso causará mais dor. Certamente há muitos animais sem lar que necessitam de comida, camas e brinquedos. E espere um tempo prudencial para levar outro animal de estimação para casa. Uma vez que você saiba que não será uma substituição, você estará preparado para dar a oportunidade para essa nova vida entrar em seu lar.

Publicado originalmente: meusanimais

amor, aniversário, divertidos

Parabéns Vodka

Essa é a Vodka, nossa sócia aqui no Debate Animal, que está comemorando seu primeiro ano de vida! Nós desejamos a você muitas coisas boas….comidas, bagunças, passeios, bolinhas e diversão! E não podemos esquecer de desejar juízo, porque sabemos o quanto você é bagunceira!
Parabéns menina linda!

@vodkasilverioduarte

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #loucosporcachorro #vodkamaluca #aniversario #festa #viva

🎈🎉🎁🐶

amor, histórias

Por que os cães vivem menos que as pessoas??

Por que os cães vivem menos que as pessoas??

Aqui está a resposta (por uma criança de 6 anos):

Sendo um veterinário, fui chamado para examinar um cão irlandês de 13 anos de idade chamado Belker.

A família do cão, Ron, sua esposa Lisa e seu pequeno Shane, eram muito ligados a Belker e esperavam por um milagre.

Examinei Belker e descobri que ele estava morrendo de câncer. Eu disse à família que não poderia fazer nada por Belker, e me ofereci para realizar o procedimento de eutanásia em sua casa.

No dia seguinte, eu senti a sensação familiar na minha garganta quando Belker foi cercado pela família. Shane parecia tão calmo, acariciando o cão pela última vez, e eu me perguntava se ele entendia o que estava acontecendo. Em poucos minutos, Belker caiu pacificamente dormindo para nunca mais acordar.

O garotinho parecia aceitar a transição de Belker sem dificuldade. Sentamo-nos por um momento nos perguntando por que do infeliz fato de que a vida dos cães é mais curta do que a dos seres humanos.
Shane, que tinha estado escutando atentamente, disse:” Eu sei por quê.”

O que ele disse depois me espantou: Eu nunca tinha escutado uma explicação mais reconfortante que esta. Este momento mudou minha maneira de ver a vida.
Ele disse:” a gente vêm ao mundo para aprender a viver uma boa vida, como amar aos outros o tempo todo e ser boa pessoa, né?”

” Bem, como os cães já nascem sabendo como fazer tudo isso, eles não tem que ficar por tanto tempo como nós.”
O moral da história é:

Se um cão fosse seu professor, você aprenderia coisas como:

* Quando teus entes queridos chegarem em casa, sempre corra para cumprimentá-los;

* Nunca deixe passar uma oportunidade de ir passear;

* Permita que a experiência do ar fresco e do vento;

* Corra, salte e brinque diariamente;

* Melhore a sua atenção e deixe as pessoas te tocarem;

* Evite “morder” quando apenas um “rosnado” seria suficiente;

* Em dias quentes, deite-se de costas sobre a grama;

E nunca se esqueça: ” Quando alguém tiver um mal dia, fique em silêncio, sente-se próximo e suavemente faça-o sentir que está aí…
EIS O SEGREDO DA FELICIDADE QUE OS CÃES TODOS OS DIAS NOS ENSINARAM.

34181941_256419244925916_862122720832258048_n

Imagem: São Francisco Pet Shop
amor

Meu precioso ser

Meu precioso ser

Irei emprestar-te, por pouco tempo,
O mais precioso dos meus cachorrinhos – disse Ele.
Para que tu o ames enquanto ele for vivo,
E para que o chores quando estiver morto.

Pode ser apenas por um, ou quinze anos,
Ou dias, ou meses, enfim,
Mas, poderás tu, até que Eu venha buscá-lo,
Tomar conta dele por Mim?

Ele irá usar os seus encantos para te alegrar,
E, mesmo que a sua estadia seja breve,
Tu terás guardado memórias preciosas,
Que irão dar-te algum consolo na tristeza.

Não posso prometer-te que ele vá ficar,
Pois todos na Terra um dia regressarão,
Mas há lições ensinadas nesse mundo,
Que Eu quero aprendidas por este cão.

E para isso Eu pesquisei toda a humanidade,
Na minha busca por mestres verdadeiros,
E entre as multidões que lotam as estradas da vida,
Com confiança Eu escolhi a ti.

Irás tu dar-lhe todo o teu amor,
Não pensando que poderá ser em vão
Nem me odiarás quando Eu vier,
Para o levar de volta para casa?

Eu sei que tu irás dar-lhe ternura,
E o amor vai florescer a cada dia,
E pela felicidade que conheceste,
Para sempre grato tu estarás.

E ainda que Eu possa chamar por ele,
Mais cedo do que tu tinhas planejado,
Suportarás a amargura que virá,
E um dia, Eu sei, irás compreender.

Pois apesar de Eu o trazer de volta a casa
A ti faço esta solene promessa,
Por todo o amor e carinho que tu lhe deste,
Ele irá esperar por ti junto das portas do Céu.

Créditos: CapelinhaDeSaoFrancisco

amor, histórias

Amor antes mesmo de nascer

Esse é o Manny, da nossa seguidora Tatiana Araújo Galves. É um amor enorme com a barriga do próximo irmãozinho o João!

O irmãozinho nem nasceu e já conhece o que é um amor verdadeiro! Imagina depois que nascer o quanto amor ainda vai receber!

É muito amor mesmo! O mais puro e sincero que existe!

😍😍😍😍😍

Mande para o debate animal a sua foto e história também!

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #amorpuro