amor, histórias

Sr. Djalma e Duda vão transbordar seu coração de amor e melhorar seu dia com essa história

Esses dias me marcaram para ver uma publicação e morri de amores com a história. Não aguentei e pedi para a Juliana Goffi, se poderia postar aqui no Debate Animal.

A Juliana é neta do Sr. Djalma, um vovozinho muito simpático e fofo, que foi passear com a sua filha e passando em frente ao pet shop, se apaixonou por uma cachorrinha que estava lá.

No vídeo pode-se ver a empolgação do Sr. Djalma, que ama de paixão animais

Vídeo: Juliana Goffi

Sua filha não pode levar a cachorrinha naquele dia, mas Sr. Djalma ficou falando a volta do passeio o tempo todo na cachorrinha e já tinha até escolhido um nome para ela ” Duda”.

No dia seguinte sua filha, não aguentou e resolveu ir buscar a Duda e fazer uma surpresa para Sr. Djalma. Imagina que surpresa!!!

Vídeo: Juliana Goffi

E nesse vídeo a felicidade do vovô ao ter a Duda para ele. O Sr. Djalma quando pegou a Duda no colo falou que tinha sonhado ter ganho ela nesta noite.

Sua neta Juliana, quis dividir essa história com todo mundo, porque acredita que uma cena linda e emocionante dessa pode melhor nosso dia, e vocês tem dúvida?

Obrigada Juliana, por dividir essa história conosco! Com certeza alegra nosso dia e faz nossos corações apaixonados por animais transbordarem de amor!

E você também tem alguma história com animais? Mande para o Debate Animal também!!!!

amor

Carta de um cachorro ao seu humano

Humano, vejo que está chorando porque chegou meu momento de partir. Não chore, por favor, quero te explicar algumas coisas. Você está triste porque eu fui embora, e eu estou feliz porque te conheci. Quantos, como eu, morrem diariamente sem ter conhecido alguémespecial?

Os animais às vezes passam tanto tempo sozinhos a nossa própria sorte. Só conhecemos o frio , a sede, o perigo, a fome. Temos que nos preocupar em como conseguiremos algo para comer e aonde passaremos a noite protegidos. Vemos muitos rostos todos os dias, que passam sem nos olhar, e as vezes é melhor que nem nos vejam, antes de se darem conta que estamos aqui e nos maltratem.

Às vezes temos a enorme sorte que entre tantas pessoas passa um anjo e nos recolhe. Às vezes, os anjos vêm e são organizados em grupos, às vezes há outros anjos longe e enviam muita ajuda para nós. E isso muda tudo. Se necessário nos levam a outro tipo de anjo, que sabe muito, e nos dão remédios para nos curar.

Escolhem uma palavra que pronunciam cada vez que nos vêem. Um NOME. Eu acho que o que você diz, é que somos ‘especiais’, deixamos de ser anônimos, para ser um de muitos, e um de vocês. E conhecemos o que é um lar! Você tem ideia de como isso é importante para nós? Nós já não temos que ter medo, não temos mais fome, ou frio, ou dor, ou perigo.

Se você pudesse calcular o quão feliz que nos faz. Para nós qualquer casa é um palácio! Nós já não nos preocupamos se vai chover, se vai passar um carro muito rápido ou se alguém vai nos ferir. E, principalmente, não estamos sozinhos, porque nenhum animal gosta de solidão, o que mais se pode pedir?

Eu sei que te entristece a minha partida, mas eu tinha que ir agora. Quero te pedir que não se culpe por nada; te ouvi soluçar que deveria ter feito algo mais por mim. Não diga isso, fez muito por mim! Sem você não teria conhecido nada da beleza que carrego comigo hoje.

Você deve saber que nós, animais, vivemos o presente intensamente e somos muito sábios: desfrutamos de cada pequena coisa de cada dia, e esquecemos o passado ruim rapidamente. Nossas vidas começam quando conhecemos o amor, o mesmo amor que você me deu, meu anjo sem asas e com duas pernas.

Saiba que mesmo se você encontrar um animal que está gravemente ferido, e que só lhe resta apenas um pouquinho de tempo neste mundo, você prestará um enorme serviço ao acompanhá-lo em sua transição final. Como te disse antes, nenhum de nós gostamos de estar só, menos ainda quando percebemos que é hora de partir.

Talvez para você não seja tão importante que esteja ao nosso lado nos acariciando e segurando a nossa pata, mas isso nos ajuda a ir em paz. Não chore mais, por favor. Eu vou feliz. Tenho na lembrança o nome que você me deu, o calor da sua casa, que neste tempo se tornou minha. Eu levo o som de sua voz falando para mim, mesmo não entendendo sempre o que me dizia.

Eu carrego em meu coração cada caríciaque você me deu. Tudo o que você fez foi muito valioso para mim e eu agradeço infinitamente. Não sei como dizer a você, porque eu não falo sua língua, mas certamente pode ver em meus olhos a minha gratidão.

Eu só vou pedir dois favores. Lave o rosto e comece a sorrir. Lembre-se que bom que vivemos juntos estes momentos, lembre-se das palhaçadas que fazia para te alegrar. Reviva como eu todo o bem que compartilhamos neste tempo. E não diga que não adotará outro animal porque você tem sofrido muito com a minha partida. Sem você eu não viveria as belezas que vivi. Por favor, não faça isso! Há muitos como eu esperando por alguém como você.

Dê-lhes o que você me deu, por favor, eles precisam assim como eu precisei de ti. Não guarde o amor que tens para dar, por medo de sofrer. Siga o meu conselho, valorize o bem que compartilha com cada um de nós, reconhecendo que você é um anjo para nós os animais, e que sem pessoas como você a nossa vida seria mais difícil do que às vezes é. Siga a sua nobre tarefa, agora cabe a mim ser o seu anjo.

Eu acompanharei você no seu caminho e te ajudarei a ajudar os outros como eu. Eu falarei com outros animais que estão aqui comigo, vou lhes contar tudo o que você tem feito por mim e eu vou apontar e dizer com orgulho: ‘Essa é a minha família’.

Hoje à noite, quando você olhar para o céu e ver uma estrela piscando quero que você saiba que sou eu piscando um olho, avisando a você que cheguei bem e dizendo-lhe ‘obrigado pelo amor que você me deu’.

Eu me despeço agora não dizendo ‘adeus’, mas ‘até logo’. Há um céu especial para pessoas como você, o céu para onde nós vamos e a vida nos recompensa tornando a nos encontrar lá.

Eu estarei te esperando!”

Autor desconhecido

Imagem: Homenagem a Nicole, umas das cachorras mais especiais que já conhecemos!

amor, divertidos, gatos, histórias

O amor inexplicável desse gatinho por pêssegos será a melhor coisa que verá o dia todo

Com o verão bem adiantado, os mercados de agricultores estão cheios de produtos maravilhosos – e o gato de que vamos falar hoje, não poderia estar mais empolgado com a chegada da temporada do pêssego.

Não é que Ozzy queira comer a fruta suculenta. Para o gato malhado de 5 anos, nenhuma cama se pode comparar a uma pilha de pêssegos maduros. Na verdade, ele consegue até encontrar múltiplos usos para a fruta, toda vez que sua família os traz para casa.

“Ele fuça neles, usa como travesseiro, ou fica simplesmente de pé sobre eles,protegendo-os”, disse Lydia Coutré, cujos pais são os donos de Ozzy. Durante anos, os estranhos hábitos do gato encantaram suas irmãs humanas, Lydia e Lorraine.

“[Ele] foi ‘apresentado’ aos pêssegos durante a primeira estação de pêssegos em que ele veio para a nossa família”, disse Coutré. “Ele os encontrou na mesa e imediatamente se começou a esfregar neles, então achamos que seja provavelmente essa a sensação dos pêssegos que ele gosta.”

O dono do Ozzy deixa os pêssegos a amadurecer em folhas de jornal – dando a Ozzy a oportunidade perfeita para se aninhar. Se a família de Ozzy quiser manter seus produtos livres de pêlos de gato, então irão precisar recorrer a medidas desesperadas.

“Minha mãe uma vez colocou os pêssegos no porão para mantê-los longe de Ozzy”, explicou Coutré. “Mas ainda assim ele os encontrou e deixou um buraco do tamanho do corpo dele no meio do que antes eram enormes fileiras de pêssegos.”

Ozzy mora com a família Coutré desde que foi adotado no outono de 2013. Lorraine e sua mãe foram voluntárias na Harbor Humane Society em West Olive, Michigan, quando decidiram dar uma olhada nos gatos disponíveis para adoção. Eles não estavam planejando expandir sua família no momento, mas quando Lorraine viu Ozzy, foi amor à primeira vista.

“Eu vi Ozzy logo no começo (seu nome era Blaze na época) e não consegui manter minha vista longe dele”, disse Lorraine Coutré. “Quando eu finalmente consegui conhecê-lo, logo antes de irmos embora, ele se derreteu completamente em meus braços e aí nós o trouxemos para casa!”

Ozzy é um gato brincalhão e fofo em geral, mas seu amor não se estende a todos os frutos. De fato, o citrinos têm o efeito oposto nele.

“Ozzy odeia clementinas”, disse Coutré. “Ele cheira, faz cara má, vira o nariz e foge. Ozzy não abraça nenhuma outra fruta – apenas pêssegos.

O estranho caso de amor de Ozzy com a fruta se tornou uma piada na família Coutré. Os donos do Ozzy irão deliciar suas filhas enviando fotos do Ozzy dormindo entre os pêssegos para o bate-papo familiar.

Por fim, Coutré não conseguiu guardar as fotos hilárias para si e as compartilhou em um post no Twitter.

Dentro de poucos dias, o post se tornou viral com mais de 60.000 retweets e mais de 100.000 curtidas. No entanto, Ozzy não parece se importar com o quão famoso ele se tornou – ele está muito mais preocupado com o final da temporada do pêssego.

“Estou feliz que a internet o ame tanto quanto nós”, acrescentou Coutré. “E talvez nós lhe compremos alguns pêssegos fora de época para lhe fazer companhia.”“Estou feliz que a internet o ame tanto quanto nós”, acrescentou Coutré. “E talvez nós lhe compremos alguns pêssegos fora de época para lhe fazer companhia.”

Para saber mais sobre Ozzy e seus amigos pêssegos, você pode segui-lo no Instagram.Para saber mais sobre Ozzy e seus amigos pêssegos, você pode segui-lo no Instagram. (@ozzyanddarcy)

Publicado originalmente em Portal do animal

amor

Peppa

Gente essa riqueza é a Peppa! Chique e elegante!
Essa foto já transborda nosso coração de amor, imagina pessoalmente?
Vontade de apertar! ❤❤❤

@pug_peppa

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #loucosporcachorros #pug #pugs #amor #chique #dogchique #pugchique

adoção, amor, histórias

Conheçam a Nina

A Nina foi adotada no Rio de Janeiro. Seus donos amam vira-latas, mas no fim descobriram na consulta veterinária que a Nina era da raça Dachshund. Claro que a raça não importava para eles, somente o amor e foi logo de cara que se apaixonaram por ela.

É muito brincalhona, bagunceira, comilona, carente e muito feliz. Adora dormir agarrada com seus pais.

Ela tem seu Instagram e adora fazer poses!

Siga a Nina no Instagram: @mundonina2018

Se você quer dividir seu amor com a gente, conte sua história e mande fotos do seu amigo para o debate animal!

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #loucosporcachorros #dogs #nina #amor #adoção #adote

Imagens: Paula Mello
amor, histórias

Diretor de cinema escreve adeus doloroso para seu cão de 17 anos e comove toda a Internet

Dizer adeus a um cachorro é uma das coisas mais difíceis e dolorosas que os humanos têm que enfrentar. Depois de anos lhes dando amor incondicional, dizer um adeus permanente é sempre muito complicado. E nada nos pode preparar para isso.

O diretor de cinema, Kevin Smith, decidiu escrever um post em sua página no Facebook, compartilhando a dor de se despedir de seu velho cão, Mulder. O patudo estava com Kevin há 17 anos e agora estava morrendo em seus braços.

O homem colocou uma foto dele abraçando Mulder em seus momentos finais, acompanhada de um texto bem emocionante. O homem abriu seu coração, lembrando que nossos cães não ficarão connosco para sempre e temos que aproveitar, ao máximo, todos os momentos com eles.

Kevin escreveu:

“Ele foi embora. RIP Mulder, meu amigo. Obrigado por 17 anos de pura alegria e carinho. Foi preciso um cachorro como você para me fazer uma pessoa melhor. Se você é dono de um cachorro, vá abraçar o seu cão um pouco mais apertado hoje à noite. Se você não é dono de um cachorro, pense em se tornar um. É tudo Amor. Boa noite, doce Mulder. Descanse em paz!”

A despedida dolorosa deixou milhares de pessoas em lágrimas. Não se esqueça de apreciar cada minuto com seus animais de estimação. Você é a vida inteira deles… Compartilhe essa história emocionante com seus amigos e familiares!

Publicado originalmente: Portal do Animal

#debateanimal #loucosporbichos #amoranimal #loucosporcachorros #amor